O que é Employer Branding? Saiba como adotar esse diferencial competitivo

LinkedInFacebookTwitterGoogle+PinterestEmailPrint

Você já ouviu falar sobre Employer Branding? Sabe o que ela pode fazer pelo seu negócio? Não faz ideia do que isso significa? Então você não pode deixar de ler o nosso artigo. Employer Branding é um conceito muito difundido nos Estados Unidos e na Europa desde a década de 90, no entanto, só agora tem sido amplamente valorizado nas empresas brasileiras. Veja a seguir como adotar esse diferencial competitivo no seu empreendimento!

Afinal de contas, o que é Employer Branding?

Em livre tradução, Employer Branding significa marca do empregador, o que, na prática, seria a construção da imagem e reputação dos bons empregadores. A finalidade de um projeto de Employer Branding é justamente criar um processo de gestão de talentos plenamente alinhado com os objetivos e valores organizacionais, de modo que a empresa se torne um lugar atrativo para trabalhar e acabe se tornando conhecida por ser uma ótima empregadora para os atuais e futuros colaboradores.

Bons projetos de Employer Branding dependem de um bom planejamento

Que empresa não gostaria de ser bem vista por seus funcionários? Que negócio não se torna mais rico quando tem como patrimônio funcionários felizes e dedicados? Que empregador não se sente satisfeito quando jovens talentos desejam ingressar em seu quaro funcional?

Esse cenário dos sonhos é plenamente possível com a implementação de um bom projeto de Employer Branding, mas não sem antes planejar bem todas as ações. O sucesso da gestão de talentos depende diretamente de um planejamento eficiente, que contemple metas, prazos, análises e estratégias para atrair e reter os melhores profissionais do mercado.

Agregue valor às propostas de emprego

Atualmente, os profissionais não buscam apenas bons salários. Eles querem qualidade de vida no trabalho, realização pessoal e reconhecimento. Sendo assim, incremente suas propostas de emprego com benefícios complementares como horários flexíveis, bônus por desempenho, plano de carreira, convênios com academias, auxílio para capacitação, boa infraestrutura, recursos para trabalhar, comunicação empática com os gestores etc.

Esse combo de atrativos vai fazer com que os profissionais desejem trabalhar na sua empresa. Quem está fora vai querer entrar e quem está dentro, vai fazer o possível para não sair. Pense nisso!

Saiba reconhecer os talentos

Ao contrário do que muitos recrutadores pensam, talento não é um profissional com performance e QI acima da média. O verdadeiro talento é o profissional certo para o trabalho certo, até porque, não basta contratar pessoas competentes. É preciso contratar pessoas realmente aptas para o serviço. Ter uma equipe eficiente e bem preparada é fundamental na implementação de um bom projeto de Employer Branding, pois ajuda na manutenção do trabalho sinérgico, melhora o clima organizacional, minimiza conflitos, evita falhas de execução, aumenta a produtividade e contribui para a construção da reputação do bom empregador, uma vez que impede problemas como alta rotatividade e elevada taxa de demissão.

Conheça os diferenciais da sua marca de empregador

Assim como as marcas de bens de consumo conhecem o seu valor, sabem dos seus potenciais, das suas limitações e das características da concorrência, você também deve saber quais são os diferenciais da sua Employer Branding. É necessário conhecer os motivos pelos quais os profissionais querem trabalhar no seu empreendimento. Mais do que isso, é preciso saber o que te destaca da concorrência e, se não houver diferenciais, é importante criá-los para construir uma marca sólida.

Agora que você já conhece o Employer Branding e aprendeu como conquistar uma boa reputação de empregador, adote as nossas dicas na sua empresa e veja como o Employer Branding pode potencializar os resultados na sua empresa. Não se esqueça de voltar aqui para nos contar se deu certo!

LinkedInFacebookTwitterGoogle+PinterestEmailPrint

Comentários

comentários

Os comentários estão desabilitados.